Encontre-me

Edição: 1
Editora: Globo Livros
ISBN: 9788525054531
Ano: 2014
Páginas: 304
Tradutor: Bruno Gambarotto

Um clima de suspense crescente, narrado sob o ponto de vista de uma heroína com a cara do século 21: a descolada adolescente Wick Tate. Órfã de mãe, e filha de um violento criminoso, a garota só confia em seu aguçado instinto de sobrevivência quando se trata de cuidar de si mesma e da irmãzinha, Lilly. Não confia em ninguém – nem mesmo nos pais adotivos com quem ela e Lilly temporariamente vivem num confortável lar de classe média alta próximo à cidade de Atlanta. Por isso mesmo, tenta se garantir mantendo uma secreta e rentável “atividade extracurricular”. Faz investigações on-line sob encomenda para mulheres que suspeitam da fidelidade dos parceiros. Wick é uma hacker de mão cheia.

O peculiar estilo de vida de Wick sofre uma reviravolta quando Tessa Waye, uma antiga amiga de escola, é encontrada morta e o diário dela acaba nas mãos de Wick. Em meio às páginas, uma enigmática mensagem: “Encontre-me”. Aos poucos, Wick involuntariamente é enredada numa rede de mistério que se transforma num desafio pessoal, quando se descobre que Tessa foi assassinada – e que Lilly pode ser a próxima vítima. Para chegar à identidade do assassino, Wick terá de contar com todo seu talento em programação de computadores, além da ajuda constante do vizinho, com quem tem uma certa tensão sexual, Griff.

Com um enredo que mantém o leitor agarrado ao livro da primeira à última página, Encontre-me é o livro de estreia de Romily Bernard e o primeiro da trilogia homônima, “Encontre-Me”.

proibido

Introdução

Encontre-me (Find Me) é o primeiro livro de uma trilogia. O livro ganhou como melhor YA de 2012 pelo Golden Heart Contest (um dos concursos de maior prestígio nos EUA).

A premissa de Encontre-me é que a protagonista Wick Tate, tem o diário de Tessa Waye, uma antiga amiga de escola que é encontrada morta. No meio do diário ela lê uma mensagem: encontre-me. Wick que é uma garota super desconfiada e muito inteligente, vai atrás de respostas que levam a possível crença de que Tessa foi assassinada. Ela é uma exímia hacker e usa isso ao seu favor.

O livro tem uma premissa simples, mas que atiça o leitor a descobrir junto com Wick, quem poderia ter feito e o motivo pelo qual fez o que fez.

Narrativa

 A autora definitivamente acertou nesse quesito. A narrativa e viciante e em poucos minutos somos entregue a trama. Um dos motivos pelo qual a narrativa é tão bem sucedida, é o fato de ter uma personagem forte, marcante e muito corajosa. Wick é tão esperta, tão ligeira e com a ajuda de Griff, seu vizinho, as coisas ficam interessantes e levam a narrativa a um outro patamar. É logico que a questão máxima envolvida nesse livro é o fato de descobrir quem está por trás da morte de Tessa, temos muito dessa personagem, mesmo que não mais nesse mundo. Wick se mete em perigos inimagináveis, mas mesmo assim, age como se fosse algo corriqueiro. Eu que sou viciada em livros do gênero, em poucos capítulos pude perceber como o livro tem uma história que se sustenta durante todo o tempo. Não há quebras e nem erros cometidos por parte da narrativa. Há uma linearidade e uma lógica que torna tudo mais próximo da realidade. Inebriante.

Diagramação

Trabalho impecável da editora tanto na capa (junta todos os elementos importantes) quanto na diagramação do livro, não encontrei erros grotescos de digitação ou gramaticais. A fonte usada é bem grande e facilita a leitura. A cada novo capítulo, temos frases do diário de Tessa, o que dá uma grande perspectiva e análise da vítima.

Considerações Finais

Thriller bom é thriller que te deixa tensa, que te faz raciocinar e que 300 e poucas páginas te prendam o suficiente pra ler até o final. Romily me impressionou, tem muito talento e criou uma história inteligente e irresistível. Embora soe de um jeito estranho, é difícil ver autoras atuais que se destacam no gênero, é sempre bom conhecer carne fresca. Pois, podemos sim, criar boas histórias e envolver tão bem quanto, Harlan Coben, Joe Hill e Stephen King. Guardo ansiosamente os próximos dois livros que fecham essa trilogia que começa muito bem com o livro, Encontre-me.

 Aos fãs de narrativa rapidinha (à jato), eu sinceramente, recomendo.