Meninas selvagens
ISBN-13: 9788501119452
ISBN-10: 8501119458
Ano: 2020 / Páginas: 320
Idioma: português
Editora: Galera Record

Introdução

O livro chegou de surpresa pela parceira com a Galera Record. Em um primeiro momento, fiquei super curiosa, além da capa linda, o texto que vai na capa me deixou intrigada.

Em Meninas Selvagens, vamos conhecer três garotas Hetty, Byatt e Reese, tem suas vidas mudadas quando o colégio interno onde estudam é invadido por uma doença denominada Tox. Elas e todas as meninas que estudam lá entram em quarentena e estão há 18 meses. O colégio é rodeado por uma floresta. A Tox deixa as meninas, animais e vegetações sofrem mutações. As coisas pioram quando Byatt desaparece e Hetty está determinada a encontrá-la. Nessa busca, as descobertas serão muito maiores do que elas podiam imaginar.

Sobre Rory Power

Cresceu em Boston, onde trabalha e vive como editora de ficção criminal e consultora de histórias para adaptação para a TV. Recebeu mestrado em prosa de ficção pela Universidade de East Anglia.

Narrativa

A narrativa é narrada principalmente por Hetty. As meninas são bem destintas, o que torna a leitura ainda mais prazerosa. Fui em encantando aos poucos com o carisma que há nos personagens e a sensação de estar sem saída num lugar onde fugir, é praticamente impossível.

O tom da narrativa é um acerto imenso. O cansaço e quarentena foram temas que me deixaram bem ambientada na trama, afinal vivemos um momento que encontramos semelhanças. A parte feminista, tenho ressalvas, mas a leitura não foi prejudicada.

O livro não agradou muita gente. Porém, finais abertos são os meus favoritos, pois deixam as coisas ainda mais curiosas. Se você não tem problema com esse quesito, provavelmente vai se encantar.

Projeto gráfico

Um dos mais bonitos atualmente, a editora manteve a capa com algumas alterações. Que faz todo o sentido pra trama. A diagramação tá bem agradável e não foi um impeditivo durante a leitura.

Considerações finais

Meninas Selvagens veio como uma surpresa na minha casa. Um livro sensível, com personagens curiosos, ambientação bem resolvida. É uma estreia para Rory Power. Espero que ela continue escrevendo e nos brindando com uma boa trama como essa.