Nos bastidores do Pink Floyd

Edição: 1
Editora: Évora / Generale
ISBN: 9788563993342
Ano: 2012
Páginas: 456
Tradutor: Alexandre Callari

Criada em Cambridge, na Inglaterra, Pink Floyd foi a banda progressista mais influente. Famoso por suas letras contestadoras e shows bem elaborados, a banda que vendeu mais de 230 milhões de álbuns em todo o mundo, também ficou muito conhecida pela desordem e desentendimento dos integrantes, que algumas vezes chegaram a sobrepujar as conquistas. Interessada em desvendar os mistérios que cercam a polêmica história da banda, a Editora Évora, pelo selo Generale, traz ao Brasil Nos Bastidores do Pink Floyd, a mais completa e detalhada biografia deste ícone do rock moderno. A obra é baseada em entrevistas do autor, Mark Blake, jornalista especializado em biografias de bandas e de músicos, com os membros do grupo, produtores e ex-colegas universitários e foi lançada em comemoração aos 40 anos do “Floyd”, incluindo um caderno de fotos exclusivas. Blake detalha a trajetória do Pink Floyd desde as primeiras reuniões em pubs de Cambridge até a última apresentação no Live 8, em 2005. O autor se concentra “nas personalidades das pessoas que fazem a música, nas memórias e nas impressões daqueles que estão ao seu redor” e dessa maneira relata os primeiros dias do grupo, os maiores sucessos e explica causas e consequências das brigas entre David Gilmour, Richard Wright, Nick Mason, Roger Waters e Syd Barrett, integrantes da banda. A trajetória do Pink Floyd é marcada por uma oscilação de altos e baixos e principalmente pelas mudanças de nome e formação, porém, a banda nunca esteve em um declínio total e atrai fãs do mundo inteiro até os dias de hoje.

proibido

 

Introdução

Já admirava o trabalho dessa banda antes de ler o livro, e confesso que isso só se intensificou quando tive a oportunidade de ler essa biografia. É completíssima e muito detalhista. Ou seja, demandou bastante tempo e atenção. Para quem não conhece quase nada, o Pink Floyd era uma banda banda de rock que teve seu sucesso marcado por experimentações musicais, capas de albuns inovadoras, um som psicodélico e progressivo. Roger Waters esteve no Brasil em 2012, com a turnê The Wall.

Narrativa

Toda biografia de banda, leio de uma forma bastante diferente de ler quando estou lendo uma obra de ficção. Vou acompanhando álbum por álbum, letra por letra para ter uma experiência mais completa sobre a banda. Ou seja, acaba sendo uma experiência dupla.

Nos Bastidores do Pink Floyd é um livro que reflete de modo muito íntimo a biografia com o leitor. É um livro que exige bastante tempo, pois há muitos detalhes e informações bacanas de serem digeridos ao longo da leitura.

Achei esse mapinha onde mostram os integrantes e o tempo que ficaram na banda:


Houveram muitas trocas, discussões como toda e qualquer banda.

A cada capítulo conhecemos cada vez mais cada integrante, compreendendo os caminhos que levaram a banda a se tornar um sucesso. O livro mapeia tudo, desde os desentendimento, quanto os momentos mais importantes da banda. É completíssimo e muito bem estruturado.

Considerações Finais

Pink Floyd é um ícone sem dúvidas, o livro só reflete o sentimento de atemporalidade e de não importa classe social ou credo, todos gostam da banda por motivos óbvios, ela é incrível e talvez seja uma pena que muitos não tenham contato ainda. Algumas bandas ganham mais destaque, mas não ofuscam o brilhantismo existente.

Gostei tanto da experiência que acabei comprando alguns dvds de shows da banda, alguns com Rober Waters, outros com Syd Barrett. As minhas músicas favoritas são Another Brick in The Wall e Coming Back to Life.

O livro é altamente indicado, pra quem é fã e pra quem tem a vontade de conhecer mais sobre a banda. Vale cada página virada.