O Caderninho de Desafios de Dash e Lily
ISBN-13: 9788501105158
ISBN-10: 8501105155
Ano: 2016 / Páginas: 256
Idioma: português
Editora: Galera

Introdução

Em O Caderninho de Desafios de Dash e Lily, Lily ama o Natal, é uma garota que está sempre de bem com a vida, uma otimista. Mesmo que não esteja rodeada de amigos, se sente bem feliz com o rumo da sua vida. Porém, seus pais estão viajando e seu Natal está praticamente arruinado, mas a ideia de seu irmão de criar um caderninho vermelho com desafios e deixá-lo em uma livraria, não poderia vir em melhor hora. A esperança dela encontrar um namorado através desses desafios era pequena, mas tudo muda quando Dash, o encontra e responde aos desafios, deixando alguns para que ela complete também, mas o garoto é o extremo oposto dela e não suporta essa época do ano. Num jogo divertido e cheio de jogos de palavras, vamos conhecendo os personagens em uma cidade que está tão bem descrita quanto os personagens. David e Rachel nos levam pra NY em época de Natal.

Sobre David Levithan e Rachel CohnFoto -David Levithan

David Levithan (nascido em 07 de setembro de 1972, Short Hills, Nova Jersey) é um editor de ficção jovem americano adulto e autor premiado. Ele teve seu primeiro livro, Boy Meets Boy, publicado em 2003. Ele tem escrito inúmeras obras com personagens gays do sexo masculino, principalmente Boy Meets Boy e Nick and Norah’s Infinite Playlist.

Foto -Rachel Cohn

“Nasci em 14 de dezembro de 1968 em Silver Spring, Maryland. Eu cresci na área de DC (Maryland suburbano), mas também passou os verões da minha infância em Massachusetts ocidental com os meus avós, então eu meio que sinto que estou a partir de dois lugares. A partir do momento que eu aprendi a ler e escrever que eu estava sempre tentando criar histórias. Eu cresci cercado por livros e pela família que eram educadores – o desejo eo incentivo para escrever veio rapidamente em minha casa.”
Rachel Cohn

Edições estrangeiras

7741325 22590773 10800703 23384157 27267032

Narrativa

A harmonia na narrativa é viciante. Confesso que nos primeiros capítulos, já estava com aquele sorriso bobo no rosto que previa uma boa tarde de diversão.  A reflexão proposta é profunda para um livro tão curto e ao mesmo tempo, consegue fazer isso sem didatismos. Os personagens são irônicos, irreverentes e apaixonantes.  Lily é uma personagem fofa, tão fofa que dá vontade de colocar num potinho. Sua ironia é aflorada, enquanto Dash, mesmo não sendo tão convidativo, é único. A combinação dos dois é praticamente explosiva. É como combinar água e óleo e ao mesmo tempo, com tantas diferenças, formam algo tão lindo. As expectativas dos personagens, se tornam nossas a cada nova virada de página. NY é belamente descrita e confesso que tem profunda importância como nos outros livros dos autores. Ela se torna personagem tão importante quanto Lily e Dash. Referências e críticas são bem colocadas. Adoro o fato do Dash não curtir Nicholas Sparks. Uma trama que se passa praticamente toda dentro de uma livraria, tem algo mais agradável para um rato de livraria?

Projeto gráfico

Adoro a capa original do livro, mas confesso que a combinação de cores do projeto gráfico brasileiro, são muito bonitas. Conseguem passar uma identidade bem próxima da narrativa. A diagramação é agradável, a leitura fluiu muito bem por conta disso.

Considerações finais

O Caderninho de Desafios de Dash e Lily, é uma parceria não poderia dar em outra coisa. Um livro doce, divertido e cheio de referências da cultura pop. Rachel e Levithan conseguem harmonicamente, uma trama linda e bastante criativa.