O Fogo

Edição: 1
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581633855
Ano: 2014
Páginas: 272
Tradutor: Ana Paula Corradini

Você pensou que seria um conto de fadas? Whit e Wisty Allgood sacrificaram tudo para liderar a Resistência contra o regime sanguinário que governa o mundo. O líder supremo, O Único Que É O Único, baniu tudo o que havia de bom: livros, música, arte e imaginação. Mas o poder dos dois irmãos parece estar longe de conseguir deter O Único, e agora ele executou a única família que eles tinham. Você não vai encontrar O Único aqui. Wisty sabe que o momento se aproxima. Em breve ela estará cara a cara com O Único. A sua bravura e o seu dom canalizam ainda mais poder para esse ser, que já é invencível. De que maneira ela e Whit poderão se preparar para o confronto iminente com o implacável vilão que devastou o seu mundo – antes de ele se tornar verdadeiramente onipotente? Nem sempre seremos felizes depois que acabar. No impressionante terceiro livro da série Bruxos e Bruxas, a tensão está maior do que nunca – e as consequências mudarão tudo.

proibido

Introdução

O Fogo é o terceiro livro da série Witch & Wizard do autor James Patterson. Se você ainda não conferiu a resenha de Bruxos e Bruxas e Dom

Agora na parceria com Jill Dembowski, iremos encontrar um livro certamente um pouco diferente dos anteriores. Cheios de situações novas mas que acontecem com frequência no livro.

Dos males o pior, ao meu ver, é o melhor livro da série, embora não seja preciso de muito esforço para que isso aconteça. 😛

Narrativa

Felizmente a narrativa de Patterson/Dembowski tem uma crescente interessante. O humor presente nos outros livros, ganha a fantasia e o desaparecimento de alguns poucos personagens bons durante a trama. O amadurecimento dos irmãos deixa o livro menos enjoativo. Porém, a sequência de acontecimentos, se perde muito pela repetição e menção constante do que está acontecendo. É como se o autor ensinasse a cortar o bife a uma criança e em seguida, cortar o bife pra ele sem que ele possa fazê-lo por conta própria. Faz sentido? Bom, pra mim é como eu vejo a narrativa. Ela é cortadinha ao leitor, deixando com o que ele não reflita sobre o assunto, é tudo tão fechado e pouco reflexivo, que não tem muito o que comentar.

Diagramação

A diagramação dos livros é boa, a fonte utilizada também. A harmonia dos livros também é bem trabalhada, fazendo um elo interessante entre eles.

Considerações Finais

Ainda continuo achando a pior série de Patterson de todos os tempos, mas esse último livro, provou que ainda pode haver salvação. E eu tenho uma persistência quase divina de ler continuações de livros que não me agradam até que eu encontre o melhor livro da série. Sinceramente, eu acabo torcendo a cada livro pra que me prove o contrário. Vaiiiiiiiiii, Patterson (tente outra vez)!