Sonho, sombras e super-heróis – Luis Bras 

Sonho, sombras e super-heróis

Edição: 0
Editora: Ciranda de Letras
ISBN: 9788562018084
Ano: 2011
Páginas: 256

“Tinha sido um sonho, não tinha? Acordado ou não, só podia ter sido um sonho. Passei o resto da noite recapitulando tudo o que havia acontecido, de madrugada eu percebi eufórico que tinha uma história, um sonho só meu, aleluia, porém quanto mais eu pensava nela mais a história mudava, coloquei um cemitério e um casarão mal-assombrado atrás da porta, depois troquei tudo isso por uma cidade fantasma habitada por espíritos cruéis e esqueletos ambulantes, a história cresce, adensou-se e roubou o controle da situação. Eu já não inventava mais minha história, era ela que se autoinventava”.

proibido

Introdução

Um dos livros que mais me chamaram atenção do selo jovem da editora Autores Associados. O livro foi uma ótima surpresa, pois li Sozinho no Deserto Extremo ano passado. Ver o autor trabalhar em dois gêneros totalmente diferentes foi uma ótima experiência. E tenho de afirmar, ele vai muito bem nos dois.

Narrativa

A narrativa de Luis Bras é um pouco trabalhosa de início. Pois a trama é bastante sensível. O sonho ou não sonho acaba sendo um grande mistério. Gostei das referências de autores incríveis colocados como personagens no livro ficou muito bem feita. O protagonista cativa e comove. A dúvida da não realidade / realidade beira a loucura para quem lê. O autor não entrega de início e nem no meio, o que aumenta as expectativas. A premissa é muitíssimo bem pensada trás o prazer da leitura desde o início. Há momentos de romance, não é bastante difundido na trama, mas é o suficiente para cativar. A dúvida não fica só para os leitores, o próprio protagonista se questiona diversas vezes. É submetido a uma bateria de perguntas e afirmações.

Diagramação

A diagramação da editora ficou bacana. A capa evoca o conteúdo presente no livro. Boa escolha de fonte e imagem. O livro é cheio de ilustrações que ajudam a ambientar e emergir na trama com maior facilidade visual.

Quote favorito

“Comecei a sentir as alfinetadas da inconsciência, as agulhadas da escuridão, as descargas elétricas do vazio primordial.” – página 221

Considerações Finais

É um livro muito curioso de se ler. Quem gosta do gênero e adora uma boa aventura vai gostar de Sonho, sombra e super-heróis.