A Playlist da Minha Vida

Edição: 1
Editora: Globo Livros
ISBN: 9788525057549
Ano: 2014
Páginas: 312
Tradutor: Amanda Orlando

Elise Dembowski nunca foi popular na escola. Ninguém conversava com ela na hora do intervalo nem a convidava para sair no fim de semana. Pior. Ninguém jamais se interessou em saber o que tanto a ela escutava em seu iPod: playlists com o melhor da música pop, único território em que Elise se sente confortável e confiante. Diante de seu desajuste em relação à maioria, a adolescente tenta de tudo – inclusive a mais radical das saídas, felizmente sem sucesso. No auge de seu solitário desespero, o acaso a leva até a porta de uma balada noturna, via de acesso para um mundo completamente novo, cheio de som e diversão, no qual sua veneração por música funciona como senha para inclusão em um inédito círculo de amizades. As festas noturnas do Start – o melhor clube underground do mundo – tornam-se o lugar onde a felicidade, a aceitação social e até o amor são possíveis para Elise. Não demora muito para que um misterioso bullying eletrônico e a habilidade da garota como DJ coloquem em confronto este universo com a dura realidade cotidiana. A playlist da minha vida é uma vibrante fábula pop que lida com temas recorrentes nas obras contemporâneas para jovens: exclusão, invasão de privacidade, resgate de autoestima e muita trilha sonora. Escrito pela americana Leila Sales, o livro se ambienta em dois cenários: o escolar, com sua dinâmica de poder juvenil baseada em “popularidade”, e o da cena noturna, em que adolescentes ensaiam seus primeiros voos para uma existência adulta.

proibido

Introdução

O meu primeiro contato com o livro se deu através de uma promoção no book depository. Eu acabei comprando pela sinopse e pela capa. Quando o livro chegou, comecei a ler e vi que a Globo Livros iria publicá-lo. Fiquei ansiosa, pois a leitura prévia do livro me deixou muito animada a poder lê-lo em português.

Em A Playlist da Minha Vida, Elise Dembowski é uma menina antisocial. Na escola, era tida como esquecida e esquesita. Era ela e o seu iPod, ninguém nunca a notava. A vida dela era bem diferente, até que um dia, em uma de suas caminhadas noturnas, ela é convidada a entrar em uma festa na Start, um galpão escondido e de lá ela encontra um mundo e um lugar onde ela se encaixa instantâneamente.

A playlist de Elise é bem atemporal, muitas das músicas fizeram parte da minha vida. Minha identificação imediata com ela se deu pela paixão e o gosto musical.

Sobre Leila Sales

Foto -Leila Sales

Leila cresceu em Boston, Massachusetts. Ela se formou na Universidade de Chicago em 2006. Agora ela vive em Brooklyn, Nova York. Leila passa a maior parte do seu tempo pensando em dormir, gatinhos, bailes, e as histórias que ela quer escrever.

Site oficialTwitter

Edições pelo mundo

 21469098

Narrativa

A trama feita por Leila é muito bem construída. Temos o cotidiano de Elise na escola, em casa, na start e acesso a publicações do blog supostamente feitas por ela. Elise lida com o bullying diariamente, mesmo que não se mostre muito afetada, esse blog surge e provoca uma série de problemas. Ela é de uma família que se desintegrou. Mora com a mãe e passa alguns dias na casa do paí. Mas a relação com ambos não é a das mais abertas. A evolução de Elise é muito grande. Do começo ao fim vemos o seu amadurecimento seja como pessoa ou na relação familiar e com os amigos que vão aparecendo na sua vida. O livro tem um pouco de tudo: ele tem romance, aventura (afinal uma menor ir a uma festa para maiores em pleno dia de semana sem que os pais saibam: é uma aventura) e muito drama, pois o dia de Elise na escola é totalmente diferente das noites agitadas na Start. Os personagens não tem uma função passageira na trama, eles estão presentes o tempo todo. A autora consegue um livro que mescla: música, transformação, adolescência, sonhos e relacionamentos. O livro tem uma narrativa bastante cativante. Isso se dá de forma natural, afinal, Elise é uma garota espetacular.

Diagramação

Confesso que a edição da Farrar, Straus and Giroux é a minha favorita. Mas como pude ler duas edições, vi que a edição da Globo livros está impecável. No quesito tradução e formato adotado.

Considerações Finais

O livro tem um pouco de tudo e além disso, ele aborta questões reflexivas. Sobre conhecimento pessoal e desenvolvimento a partir dos sonhos e vontades. Elise é uma garota que embora lide com coisas difíceis nessa idade, ela tem maturidade o suficiente para ir atrás do que quer. O acaso tornou o livro mais interessante. Os personagens secundários são de extrema importância. Cada um exerce uma função, fazem parte de um todo e não estão lá por mero acaso e enfeite. Espero poder ler mais livros da autora. Pois esse livro me animou muito do que ela pode fazer futuramente.