Edição: 1

Editora: Novo Conceito

ISBN: 9788581633169

Ano: 2014

Páginas: 336

Tradutor: Ivar Panazzolo Júnior

Recém-casados, Holly e Tom se mudam para uma casa grande e confortável, onde ela espera esquecer de vez os fantasmas de sua infância problemática. O destino, contudo, lhe preparou uma surpresa, que se revela depois que Holly encontra um relógio lunar enterrado no jardim. O relógio oferece a imagem de um futuro que é ao mesmo tempo animador e preocupante: a visão de um lindo bebê nos braços de Tom… mas Holly, estranhamente, não aparece na visão. Em pânico diante da previsão, ela teme que um dia precise fazer uma escolha terrível: dar um filho ao marido, sacrificando sua própria vida… ou salvar-se e se esquecer para sempre da filha não nascida – a quem Holly já aprendeu a amar.

proibido

Introdução

Em A Escolha do Coração, temos Holly como protagonista, ela a vida que sempre quis, um bom marido e uma casa nova linda. Em meio as mudanças, o casal descobre um antigo relógio enterrado no jardim. O relógio possui um mecanismo bem diferente, parece ser de enfeite, mas esconde um poder, ele é capaz de fazer ver o futuro. Em uma noite, Holly descobre o poder e vê o seu próprio futuro. Terá uma filha chamada Libby, mas ela descobre que não vai sobreviver ao parto. Sem contar ao marido, ela terá de escolher se vai salvar a vida dela ou da pequena Libby que um dia irá nascer. Qual será sua escolha? Será que pode suportar a ideia que terá de sacrificar para salvá-la? Essa é a premissa do livro escrito por Amanda Brooke.

Narrativa

A escrita de Amanda é muito agradável, embora lide com um assunto bem complicado, ela consegue encontrar um tema com tal sutileza que encanta. O amor de uma mãe, a vontade incrontrolável de se ter um filho. Embora Holly queira tanto quando Tom, as investidas de Tom querer ser pai também balançam na decisão de Holly. Aos poucos ela vai tomando conhecimento e vemos uma mudança em seus sentimentos numa constante durante a narrativa. O livro fica entre o presente e o futuro constantemente, é preciso muita atenção para que não se confunda. Mas com um todo, é um livro de fácil leitura e de boas argumentações durante a narrativa. Ou seja, tudo é bastante plausível.

Diagramação

A arte da capa ficou bem agradável, carrega o grande amor de Holly e o famoso relógio lunar. Diagramação interna agradável e sem muitos erros.

Considerações Finais

 A Escolha do Coração é um livro sobre o amor maternal, a força e o poder que emana quando uma mulher dá a luz a seu bebê. Amanda fez uma homenagem ao seu bebê, que infelizmente só viveu com ela até aos 3 anos. Uma linda homenagem, um desabafo e uma terapia pra ela. Um livro muito inspirador, embora bastante carregado no drama. Confesso que não esperava algo tão forte, mas a escrita da autora, as cenas, tem uma sensibilidade que ultrapassa as páginas.