Resenhas

Fator Nerd – Andy Robb

Fator Nerd

Edição: 1
Editora: Galera Record
Ano: 2013
Páginas: 320

Audaciosamente indo aonde nenhum homem jamais esteve. Principalmente se o terreno inexplorado for a linda gótica transferida para a escola de Archie. Aos 14 anos, tudo o que esse nerd assumido quer é transcender. Leia-se abandonar as sextas-feiras perdidas em Noites de Jogo com os amigos Ravi, Beggs e Matt e se entregar aos prazeres mais mundanos com Sarah. Mas há alguns orcs o separando de seu Um Anel. E, pelo visto, nenhum inseto radioativo está disponível para transformá-lo num super-herói. Arch pode contar apenas com seu MI e seu ME. O problema é que seu Monólogo Interior é seu maior crítico, enquanto seu Monólogo Exterior apenas bombeia sangue para seu rosto e bloqueia todos os sistemas diante de uma ameaça Klingon. Quando o problema é o Darth de plantão, Jason Humphries… não há Yoda que resista. E o cara parece ter decidido que Sarah será a Jane de seu Thor, a Lorelei de seu Namor ou, quem sabe, a Mary Jane de seu Aranha. Então, Archie resolve trazer para a vida real suas habilidades como Mestre de RPG. E transformar a própria realidade. Com ajuda de muitos livros e um ego reformulado! Tudo bem… Talvez seu novo Eu Psíquico tenha um estranho sotaque americano e queira comungar com o Universo, seu padrasto seja um Imbecil de marca maior, seus únicos amigos se recusem a acompanhá-lo nessa jornada de autoconhecimento e suas noites sejam atacadas por um estranho e recorrente Sonho. Mas ele vai conseguir! Afinal, nas palavras mais bela das elfas, “até mesmo a menor das criaturas pode mudar o curso do destino”.

proibido

Introdução

Confesso que constantemente venho lendo livros do gênero e cada vez mais encontrado bons autores e conteúdos diversificados sobre o mesmo assunto. Archie é um protagonista e tanto, nerd, carinhoso, desengonçado, divertido e muito nerd, eu já disse nerd?

Narrativa

A trama ganha corpo quando Archie conhece Sarah, uma garota gótica que foi recentemente transferida para a mesma escola onde Archie estuda. Aos poucos ambos vão se conhecendo e criando um grande laço de amizade, porém Archie quer mais do que uma amizade, mas como nunca teve um relacionamento, não sabe como dizer e nem como contar para Sarah, então aos poucos ambos vão jogando juntos, indo um na casa do outro e aos poucos Archie vai se encantando ainda mais por Sarah. O livro é bem divertido, pois explora bem o ambiente escolar, as amizades, as famílias desses personagens.

Uma narrativa altamente nerd, cheia de referências de filmes, jogos e personagens icônicos no mundo geek.

Outro ponto a ser comentado é que Archie não está sozinho, ele tem o seu MI (Monólogo Interior) e o ME (Monólogo Exterior), apenas um se manifesta durante a trama toda e o outro só vem a aparecer quando conhece Sarah. É um jeito altamente divertido de construir uma narrativa em cima de um personagem. O autor ousou, inovou e encantou adotando essa forma de comunicação com Archie que vai além da própria comunicação feita pelo protagonista.

Além de lidar com essa nova paixão, Archie odeia o padrasto e o pai está prestes a se mudar para outra cidade e é claro que a notícia não deixa Archie muito contente.

Diagramação

fator_thumb

A editora caprichou bastante na diagramação do livro. Ele é altamente colorido com uma capa fofa e reflete muito bem o clima presente na trama.

Considerações Finais

Fator nerd é um livro descontraído e muito gostoso de ler. É um reflexo da estranheza do primeiro encontro, do primeiro amor e do primeiro contato entre eles. Despretensioso e muito fluído, a narrativa caminha rapidamente e não deixa de perder os detalhes mais importantes. Nada mais é do que um reflexo da insegurança/incerteza  e das pulsões de um adolescente e desejos.

What's your reaction?

Excited
0
Happy
0
In Love
0
Not Sure
0
Silly
0
Aymée Meira
Aymée, mas pode me chamar de Amy. Adora um bom café, filmes (já perdi a conta de quantos vi) e livros dos mais diversos gêneros, incluindo eles Stephen King, Agatha Christie, Joe Hill, Harlan Coben e Tess Gerritsen.

Você também pode gostar

Mais em:Resenhas

1 Comentário

  1. Eu estou muito animada para ler esse livro! Achei a capa super fofinha, sem falar que o autor é muito querido e simpático!
    Beijos
    http://www.gemeasescritoras.com/

  2. Essa capa é muito amor.
    Eu vi sobre o lançamento, mas não coloquei muita fé. Ele me parece aquele tipo de livro para ler entre livros grande e confusos, como se fosse um refresh para a mente.
    O que me chama mais a atenção é juntar esse mundo nerd, no que me parece, ser um romance bem fofo, primeiro amor, primeira namorado, a descoberta de tudo isso.
    Quando der quero ler.
    Adorei a resenha divida por partes.
    Beijos.

Os comentários estão fechados.