Lobos de Loki
ISBN-13: 9788579802102
ISBN-10: 8579802105
Ano: 2015 / Páginas: 320
Idioma: português
Editora: Rocco

Introdução

Em Lobos de Loki, Matt Thorsen é um garoto de 13 anos e é filho de Thor, o deus do trovão. Ele mora em Blackwell, na Dakota do Sul, onde vários descendentes de deuses moram. Embora ele não dê muita importância por ser filho de Thor, tudo muda quando as runas revelam que o Ragnarok  (uma batalha que pode acabar com o mundo) se aproxima, ele escolhido para representar Thor na luta final contra a serpente de Midgard, ou seja, terá de embarcar numa aventura para salvar o mundo e contará com a ajuda de seus primos, Laurie e Fen, que são descendentes do deus Loki.

Sobre K.L. Armstrong & M.A.Marr

K. L. Armstrong & M. A. Marr são amigas há muitos anos e sempre passaram horas conversando sobre mitologia e monstros. Numa manhã sonolenta, elas perceberam que o segundo sobrenome de M. A. é norueguês. (A similaridade entre esse nome e “Serpente de Midgard” é uma mera coincidência.) Por causa dessa conexão, além do quanto K. L. gosta de estapear criaturas em videogames quando não está escrevendo (e às vezes quan­do deveria estar escrevendo), da fixação delas por monstros e mitos e dos livros que elas leem com seus filhos de onze a treze anos, que as duas souberam que tinham de escrever as Crô­nicas de Blackwell.

Edição estrangeira

11438693

Narrativa

Uma narrativa fluída e ao mesmo tempo, bem natural. Um dos pontos positivos do livro é que os descendentes já sabem que são filhos de deuses nórdicos, ou seja, sabem do mundo em que estão inseridos. Gostei muito de Laurie, uma garota bastante esperta. Fen é o garoto problema da trama, mas contribui bastante pro desenvolvimento e dá novos desdobramentos pra mesma. Os personagens secundários são pouco desenvolvidos, mas estamos no primeiro livro de uma trilogia. A procura pelos outros descendentes cruzando o país para encontrá-los, é bem interessante. Pois as autoras conseguiram colocar pontos importantes do lugares por onde passam, trazendo ambientes reais para uma trama onde a fantasia e a aventura reinam.

Diagramação e capa

Gostei bastante da capa do livro, bem como a diagramação. O livro é cheio de ilustrações e a fonte é bastante confortável. O livro tem tudo para ser um grande sucesso por aqui, embora eu não tenha visto muitos comentarem sobre ele.

Considerações finais

Lobos de Loki é um livro com um ritmo acelerado, mas tem muitos elementos interessantes em sua narrativa. Confesso que fiquei bastante curiosa pela continuação, embora não eu não seja o público alvo, gostei bastante como Melissa e Kelley conseguiram por elementos de mitologia nórdica, sem cansar o leitor.