Edição: 1
Editora: Biruta
ISBN: 9788578480561
Ano: 2011
Páginas: 32

Pedro Noite é um garoto como os outros que vivem a descoberta de si mesmo. Mas sua história é atravessada por imagens que não o retratam, por um canto misterioso e por histórias que fazem parte de Pedro, mas que ele ainda não conhece.

proibido

Introdução

Pedro Noite é um dos livros da editora que mais me agradou. Além de ter uma riqueza de detalhes na ilustração. O livro tem uma mensagem tão positiva e tão importante que não tem como deixar passar despercebido. Uma ótima leitura e ainda acrescento: para todas as idades!

Narrativa

A narrativa de Caio Riter é uma das obras que mais me encantou nesse ano. O motivo? A sensibilidade e a importância de uma narrativa como essa. Mesmo que em poesia, ela é muito rica. Pedro se sente “inferior”, alguns coleguinhas o perturbam pelo fato de ser diferente: ter a pele escura. Pedro só vai entender a importância e o quanto ele é especial quando um adulto – não vou dizer quem para não estragar a surpresa – lhe explica a cultura e o povo ao qual ele pertence. A partir daí, Pedro se sente parte de um todo. O livro embora tenha uma questão racial, ele também tem uma leitura mais ampla, no âmbito de inclusão social, independente da raça, credo ou opção sexual. Cada um tem o seu povo, o seu grupo e deve ser respeitado. Imagina só se todos fossêmos iguais e perfeitos? Não haveria diálogo, não haveria argumento, todos pensaríamos da mesma forma = não pensaríamos. Não haveriam histórias, não haveriam acontecimentos. Não haveria vida.

Diagramação

Mais uma vez o capricho da editora se supera. O cuidado com a diagramação do livro é uma marca registrada. As ilustrações de Mateus Rios são lindas. Deram o ambiente e a representação dos personagens de um modo impressionante e divertido. Mateus fez ilustrações de outros livros da editora, como o livro Ela Tem os Olhos de Céu.

Considerações Finais

Essa foi uma das resenhas mais difíceis de ser feita. É difícil falar de livros que tocam profundamente o leitor. A sensibilidade transcende a crítica. É um livro para todas as idades, pois ele trata todos como indivíduos, únicos do jeito que somos. No caso, Pedro tem a cor como a noite, mas faz parte de uma longa linhagem de pessoas, ou seja, nunca está só. Pedro Noite é oficialmente minha melhor leitura do ano no gênero. Recomendadíssimo!