Pequena Abelha – Chris Cleave 

Pequena Abelha

Edição: 1
Editora: Intrinseca
ISBN: 9788598078939
Ano: 2010
Páginas: 272

Essa é a história de duas mulheres cujas vidas se chocam num dia fatídico. Então, uma delas precisa tomar uma decisão terrível, daquelas que, esperamos, você nunca tenha de enfrentar. Dois anos mais tarde, elas se reencontram. E tudo começa… Depois de ler esse livro, você vai querer comentá-lo com seus amigos. Quando o fizer, por favor, não lhes diga o que acontece. O encanto está sobretudo na maneira como essa narrativa se desenrola.
proibido

Introdução

Faz um tempo que troquei esse livro com uma usuária do skoob. Deixei ele de lado pois havia os livros dos parceiros para ler primeiro. Porém, estou em dia com todos os parceiros e durante o mês de julho, pude me aventurar em livros que comprei e troquei.

Bom, não tem como não se emocionar ao ler esse livro. Tenho uma queda por histórias de amizade. E essa é mais uma.

Narrativa

A narrativa de Chris me agradou bastante, Abelhinha é uma personagem e tanto. Que com certeza toma as atenções pela força de vontade e a simplicidade com a qual ela vê e a vida. Um incidente no passado volta à tona. A amizade dela com um casal que passava férias na África se faz necessário. E infelizmene no momento mais crítico, o marido de Sarah (Andrew) comete suícidio. Abelhinha refugiada pede para que Sarah a ajude. E Sarah, mesmo transtornada, em crise com o trabalho, com o filho pequeno para criar, dá o seu melhor e a ajuda.

A relação dos 4 (Abelhinha, Sarah, Lawrence e Charlie) vai se solificando e aos poucos algumas verdades são reveladas.

O leitor sabe um pouco mais da trama que Abelinha esconde durante algum tempo de Sarah. Charlie é um personagem que cativa tanto quanto a protagonista. Esse livro contém um dos melhores finais de livros que li. Muito imagético e com uma carga emocional exacerbada.
O personagem Lawrence, também é bem presente, mas pelo fato de estar mais próximo de Sarah, ele passa despercebido em muitos momentos. Ele quer o bem da amada, mas está disposto a guardar um dos piores segredos de Abelhinha.

A vida de Abelhinha, sempre foi sofrida. Ler algumas passagens marcam profundamente. É preciso estar bem centrado para não se prender aos momentos ruins. Porém os bons, são muito bons e agraciados por todos.

Momento Macchiato

[imagem]

“Sarah tinha aquela decisão muito importante para tomar no trabalho, então resolveu tirar um dia de folga. De manhã, anunciou para mim, Lawrence e Charlie: Vamos lá, vamos sair para uma aventura. Eu estava feliz porque Sarah estava rindo. Fiquei contente também porque fazia muitos anos que eu não saia para aventura nenhuma.” – pág 218

 

Considerações Finais

Um dos livros que mais me marcaram no ano. Uma narrativa criativa, bem construída e uma edição totalmente aceitável. Valeu a troca.