Sussurro
Sussurro – Becca Fitzpatrick 

Edição: 1
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788598078786
Ano: 2010
Páginas: 264
Tradutor: Livia de Almeida

Se apaixonar nunca foi tão fácil… ou tão mortal. Para Nora Grey, romance não era parte do plano. Ela nunca se sentiu particularmente atraída por nenhum garoto de sua escola, não importa o quanto sua melhor amiga Vee os empurre para ela. Não até a chegada de Patch.
Com seu sorriso tranquilo e olhos que parecem enxergar dentro dela, Nora é atraída por ele contra seu bom senso. Mas após uma série de acontecimentos aterrorizantes, Nora não sabe em quem confiar. Patch parece estar onde quer que ela esteja, e saber mais que ela do que seus amigos mais íntimos.
Ela não consegue decidir entre cair nos braços dele ou correr e se esconder. E quando tenta encontrar algumas respostas, ela se acha próxima de uma verdade que é bem mais perturbadora do que qualquer coisa que Patch a faça sentir. Pois Nora está bem no meio de uma antiga batalha entre os imortais e aqueles que caíram – e, quando se trata de escolher lados, a escolha errada poderá custar sua vida.

proibido

Introdução

É minha segunda leitura do livro e posso dizer que minha visão pouco foi modificada. Recordei de alguns detalhes da história e outros haviam me fugido a mente. Ai está a importância de uma releitura após longos meses ou anos que havia lido esse livro. Becca fez uma série meticulosa, interessante e atraente. Faz com que todos se encantem por Patch e passam a ter invejinha de Nora. Eita que autora malvada.

Narrativa

Não tem como não se encantar por um livro que seja de fácil leitura e que atraia pelas cenas inusitadas que vão fazendo parte do ambiente em que envolve a trama. Nora é uma garota comum, não é popular e também não é a rejeitada da sala. Porém quando o professor resolve separá-la de sua melhor amiga as coisas começam a tomar outro rumo, quando conhece seu colega, Patch. O jogo de atração e incomodo faz parte dos pensamentos de Nora e são transpostos em seus diálogos. O livro é narrado em primeira pessoa, Nora relata bastante e em alguns momentos isso pode tender a somente um lado da moeda, ver a visão de um personagem limita um pouco a estrutura da história que quer ser contada. Como uma experiência dela é algo novo e sombrio. Nora fica confusa durante algum tempo e parece chamariz de problemas, às vezes pelo comportamento da amiga e às vezes pelo seu próprio tato.

Momento Macchiato

[imagem]

“-Seus olhos, Nora. Esses olhos cinzentos, pálidos e frios são surpreendentemente irresistíveis – Ele inclinou a cabeça para o lado, como se quisesse me examinar de um novo ângulo. – E essa boca carnuda, de matar.” – pag 25

Considerações Finais

A fórmula de Becca dá certo, pois Patch, descrito pela Nora é o tipo de “cafajeste do bem”. É um morde e assopra a torto e a direito. Provoca desejo, mas não quero me envolver. Mas eu disse que não ia ligar e ligo 5 minutos depois. É um misto de confusão que aos poucos deixa se levar e acreditar que de fato ele quer o seu bem e pronto. De certa forma representa o jovem e a predisposição dele a oscilar de comportamento quando algo envolve sentimento e um alguém.