Starters

Edição: 1
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581630144
Ano: 2012
Páginas: 368

Seu mundo mudou para sempre. Callie perdeu os pais quando as guerras de Esporos varreu todas as pessoas entre 20 e 60 anos. Ela e seu irmão mais novo, Tyler, estão se virando, vivendo como desabrigados com seu amigo Michael e lutando contra rebeldes que os matariam por uma bolacha. A única esperança de Callie é Prime Destinations, um lugar perturbado em Berverly Hills que abriga uma misteriosa figura conhecida como o Old Man. Ele aluga adolescentes para alugar seus corpos aos Terminais — idosos que desejam ser jovens novamente. Callie, desesperada pelo dinheiro que os ajudará a sobreviver concorda em ser uma doadora. Mas o neurochip que colocam em Callie está com defeito e ela acorda na vida de sua locadora, morando em uma mansão, dirigindo seus carros e saindo com o neto de um senador. Parece quase um conto de fadas, até Callie descobrir que sua locatária pretende fazer mais do que se divertir — e que os planos de Prime Destinations são tão diabólicos que Callie nunca podia ter imaginado…

proibido

Introdução

Que surpresa incrível poder entrar em contato com esse livro. A primeira vista, pouco tinha me preendido a narrativa, mas ao passar as páginas o livro foi me dando confiança e me levando a um caminho inimaginável. É muito bom se surpreender. Starters é esse tipo de livro.

Narrativa

No começo, como disse anteriormente, o livro não me preendeu. Eu só conseguia me ater ao fato que lembrava vários outros livros/filmes e séries que tive oportunidade de ver anteriormente. Porém, ao continuá-lo, tive uma grande surpresa. Além de ser bem escrito. Tem personagens primorosos e interessantes que devem ser levados em consideração. Callie é incrível e faz com que você aos poucos vá se interessando pela sua premissa. O fato dela aceitar ser experimento da Prime pelo irmão que está doente é um pouco dramático demais, porém, aos poucos vai desenvolvendo outros tipos de sentimento que não são os de compaixão ou dó pela escolha que Callie fez. A trama é densa, bem explorada e deixa você viciado para ler o seguinte. Lissa tem uma narrativa bem estruturada, uma argumentação convincente e trabalha um gênero que é adorado por muitos. O livro como uma novela, acaba no momento mais interessante. A relação dela com o personagem Blake também comove e é envolvente. Quem gosta de um bom romance, verá um romance digno de ser iniciado. Porém, o final desse livro deixa você pasmo. Pois é inimaginável com os filmes do Almodovar. Você se pergunta, o que é isso? Como? Meuuuuuuu deus. Fiquei um tempinho pensando antes de fazer a resenha, pois o livro necessita de uma amadurecimento nas ideias. Nada muito complexo, mas aquela reflexão gostosa que se pode fazer quando um livro permite. E esse permite.

Momento Macchiato

“- Quero você fora da minha cabeça. Agora.
Não volte lá. Por favor. Estou lhe implorando.
Eu estava tensa. Ela parecia estar muito assustada.
– Me dê um bom motivo.
Se você voltar, nós duas morreremos.” – pág 174

Considerações Finais

O livro é super indicado, pois trabalha de modo bem enfático e original no que se propõe. Não me surpreende ver como ele está sendo bem aceito tanto aqui como lá fora. Um livro pra se suspirar e dizer, caramba. Li um bom livro.