Edição: 1
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501093882
Ano: 2013
Páginas: 352
Tradutor: Raquel Zampil

proibido

Introdução

Um trabalho conjuto de dois autores talentosos. A formula para o sucesso. Só que ao contrário, pessoal.  John Green o favorito de muitos leitores e David, um autor também muito aclamado, porém a junção dos dois, não foi o esperado.

O livro narra o encontro de dois personagens com o mesmo nome que se encontram por “acaso”.

Narrativa

Will & Will é a narrativa protagonizada por dois Will’s Grayson. Cada capítulo é um Will. Porém, não se nota muito a diferença entre um Will e outro. Ambos totalmente ranzinzas e antisociais. O Will mais depressivo e sarcástico sempre inicia frases com a letra minuscula (achei esse artifício mega estranho, tenho problemas com livros que não usam alinhamento justificado e vi que me incomodei muito com o fato das frases começarem com minúscula.

Com 2 protagonistas, temos visões um pouco diferentes do que acontece. Porém, ambos são tão parecidos que fundem num só. São pequenos detalhes em que se nota a diferença entre eles.

O primeiro Will é bem pouco sociável, ele vive praticamente numa bolha com um escudo. Ele tem um amigo chamado Tiny Cooper que é o oposto dele, egocêntrico de um jeito divertido. Tiny e Will são muito amigos, Will protege o seu melhor amigo e acaba adotando um novo lema de vida. Quando Tiny é tão egocentrico que monta uma peça de teatro sobre ele mesmo.

O segundo Will é bem depressivo mora com a mãe, tem contato com uma garota chamada Maura que secretamente gosta dele e inventa um garoto de nome Isaac para se aproximar ainda mais dele. Will adora Isaac só que marcam de se encontrar. E obviamente Isaac não vai.

Quando Will está a espera de Isaac, ele se encontra casualmente com o outro Will.

Quote Favorito

“não digo “bom-dia”. acredito que essa seja uma das expressões mais imbecis já inventadas. afinal, você não tem a opção de dizer “mau-dia” ou “horríveldia” ou “não-dou-a-mínima-pro-seu-dia”. todas as manhas, espera-se que seja o início de um bom dia. bem, eu não acredito nisso. acredito contra isso.” – 33

Considerações Finais

O livro ganha e perde com o personagem Tiny. Pois nenhum dos dois Will’s consegue atingir com profundidade e carisma como o sr. Ego.

Há situações que provocam o humor mais ácido. Porém ao finalizar leitura você fica tão perdido com os acontecimentos e com o desenvolvimento da coisa que passa a questionar o propósito do mesmo.

É um livro sobre amizade, relacionamento, juventude e relações homoafetivas. Porém, o que não ficou claro é que a junção ficou bagunçada e empobreceu o que poderia ser fantástico.