Antes de escrever um pouquinho sobre as minhas melhores leituras de 2013. Tenho que dizer que esse ano foi o que mais li em toda a minha vida. Foram mais de 200 livros lidos, mais de 30 autores novos que tive a oportunidade de ler. É um exercício e tanto selecionar as melhores leituras, pois existem muitos livros que me encantaram nesse ano. Mas selecionei cada um por um motivo em específico. Ou seja, cada um me marcou de uma forma diferente. São livros que provavelmente vou carregar por muito e muito tempo.

Vamos lá?

Garota Exemplar – O limite e o politicamente incorreto

{R$24,90} – {Resenha}

Quem acompanha aqui algum tempo sabe o quanto esse livro foi citado por mim como um dos melhores que li. A trama é criativa, cruel e bem escrita. Leva o leitor encontrar uma personagem que vai ao limite. Sem dúvida, merece ficar aqui. Foi uma leitura feita no começo do ano, mas que me recordo como se tivesse lido há uma semana atrás. É atual, nocivo e viciante. Gillian acertou na medida e fez um livro sensacional.

Extraordinário – Um personagem que encanta

{R$12,50} – {Resenha}

August? O que falar desse personagem que quebrou barreiras e mostrou o quanto alguém pode ser extraordinário? É um livro que com certeza me marcou muito positivamente. Diferente de Garota Exemplar, que a problemática é cruel. August, encanta pela garra, vontade e inteligência. Não poderia ficar de fora dos melhores. Afinal o livro é como o título… extraordinariamente bom.

Doze Contos Peregrinos – Retomada dos livros do autor

{R$22,41} – {Resenha}

2013 marcou a volta das leituras de Gabriel Garcia Marquez, comecei justamente com esse livro que selecionei para os melhores. De certo, ele foi o grande culpado para leitura e releitura de alguns livros do autor. Foi um ano ótimo no qual a Record renovou as capas e colocou novamente esse mestre nas prateleiras brasileiras. Falar de Garcia Marquez é como dar dó em pingo d’água, não consigo apontar falhas, só vejo o brilhantismo de um escritor.

O Futuro de Nós Dois – A obra criativa e atual

{R$24,50} – {Resenha}

Um romance atual, que tem como temática as redes sociais. Extremamente divertido acompanhar a vida de Emma e Josh. O futuro de nós dois provou que uma trama pode ser remoldada. Pode ter situações a nosso tempo. Com certeza é um dos livros que mais me marcou pela criatividade.

O Orfanato da Srta Peregrine para Crianças Peculiares – Junção de artes

{R$25,94} – {Resenha}

Esse também foi uma leitura de começo de ano, na qual eu me encantei pela qualidade da escrita e a inserção de fotos um tanto quando bizarras. Eu lembro que quando o queria, pensava que fosse algo totalmente diferente do que eu li. Porém, minhas expectativas não foram ladeira a baixo. Uma boa trama, uma ótima junção de imagens e histórias… eu adoro essa junção de artes numa só. As imagens, sejam ilustrações ou fotos são muito importantes durante a narrativa. E a junção nesse livro, se faz necessária e muito agradável.

O Caminho para Woodbury – Zumbis são Zumbis, porque que não um livro sobre mortos-vivos?

{R$17,90} – {Resenha}

O Caminho para Woodbury é um livro instigante. Conhecemos outros segredos por trás da cidade e vemos um Governador muito mais condizente com o que se conhece na série de tv. Duro, cruel e muito inteligente. Com um alto poder de persuasão, um líder. E o que mais é interessante, é que ver que o perigo eminente na trama não é dos “errantes” e sim dos humanos sobreviventes. Ou seja, a culpa não é dos zumbis.

Destrua Este Diário – Faça a sua própria história

{R$17,91} – {Resenha Indisponível}

O livro foi lançado agora no finalzinho do ano. Confesso que ainda não terminei de destruí-lo (por isso não tenho uma resenha sobre ele por aqui, mas está planejado para que aja a tal resenha em janeiro). Keri Smith consegue um feito muito bacana, proporcionar ao leitor uma espécie de terapia. Em Destrua este diário, fazer o que nunca imaginaria fazer com um livro é permitido. Momentos de raiva, de alegria, de distração são a proposta principal. O que mais me encantou no livro é que cada um tem uma percepção diferente do mesmo. Ou seja, nenhum diário será igual e fazer o que se pede (ou não) em cada folha é libertador. Ele não poderia ficar de fora entre os melhores. Pois a mensagem e a importância do mesmo não é questionável.

O Oceano no Fim do Caminho – Neil  e suas tramas amarradinhas

{R$15,90} – {Resenha}

O Oceano no Fim do Caminho é um livro que mexe com os 2 melhores orgãos do corpo humano: coração e  cérebro estarão comprometidos durante a leitura. Final surpreendente e trama muito bem amarradinha, não deixa pontos soltos. Adoro as ambientações, o modo como Neil conduz a história mostra como o ele é considerado um grande autor da nossa época. Foi nesse ano em específico onde tive contato com várias de suas obras. E O Oceano no Fim do Caminho foi a porta para que isso acontecesse.

Alma? – A passagem de ida para o steampunk

{R$31,52} – {Resenha}

Alma? foi uma leitura supreendente ao longo desse ano. Nunca havia lido algo steampunk. Criativo, divertido, e muito bem escrito. Eu não era lá muito fã de Ficção Científica (Steampunk é um subgênero). A curiosidade não me matou, pelo contrário, me motivou a ler outros livros steampunks. Antes só havia lido Mary Shelley e gostado muito. Gail com certeza ficou entre uma das descobertas de autoras fantásticas desse ano.

Dente por Dente – As consequências de uma vingancinha mal calculada

{R$17,91} – {Resenha Indisponível}

Sem spoilers, okay? O segundo livro de uma trilogia que promete o “ineditismo” do começo ao fim. No primeiro somos apresentados ao personagens e a vingança de fato. Nesse livro, vemos as consequências e a bagunça emocional dos mesmos. As autoras conseguiram me enganar direitinho e ao final do livro me deixaram literalmente de boca aberta com umas “resoluções”. Ou seja, o terceiro livro vem com uma expectativa muito alta. Foi uma das minhas últimas leituras desse ano.

Sendo assim, esses são as MINHAS 10 melhores leituras de 2013. E vocês? Leram alguns deles, gostaram? Me digam quais os 10 livros mais legais que leram nesse ano. 😀