LiteraturaResenhas

RESENHA | Arlequim – Dark Gero

Arlequim

ISBN: B06XGTZV8R
Ano: 2017 / Páginas: 274
Idioma: português
Editora: PLUS


Introdução

Samuel era um jovem universitário que tinha uma vida comum compartilhando um apartamento com seu irmão mais velho. De casa pra faculdade e da faculdade para casa.. Tudo mudou após um convite de um de seus melhores amigos, Elias para ir a uma casa de striptease Paraíso da Perdição conhecer a famosa Arlequim, uma dançarina que deixa todos vidrados com sua apresentação. Sua vida muda completamente quando é escolhido por Arlequim. De vários nadas para dias agitados, perigosos e sem planejamento. Além disso, temos um pai que busca vingança pelo assassinato de seu filho e vai atrás do responsável pela sua morte.

Narrativa

Exemplar de Arlequim

Primeiramente, preciso dizer que comprei e li esse livro na sugestão de um amigo literário e confesso que me surpreendi com a trama de Dark Gero.

A narrativa em terceira pessoa, sob os passos de vários personagens e brinca com o leitor, revela segredos, mostra as piores características do ser humano, inclusive um amor que vai do platônico ao fulminante em questão de páginas. As relações no livro são bem marcadas e bem intensas no geral.

O romance é vai na dose certa e o macabro vai se diluindo ao longo das páginas e se fazendo presente nas reviravoltas. As reviravoltas são tantas, mas que cruzam os personagens e tornam uma história única. Mais uma vez, fui pega pela nota do autor e prefácio. Ambos foram relevantes o suficiente para compreender ainda mais a narrativa e seus objetivos.

Além disso, Dark Gero, é talentoso e articula tudo de forma crível e dramática. Embora Arlequim seja caraterizada como um “demônio” saibam que existe outra personagem que merecia essa descrição (hahaha,  odeio ter que mencionar ela, mas pra minha alegria acho que não preciso dar nome). 

Antes de mais nada, o que Arlequim esconde? E a sede de vingança de um pai que está a procura do assassino do filho?  Não posso deixar de mencionar as referências literárias e musicais que estão bem presentes na obra como um todo e fazem parte da narrativa e do desenvolvimento, principalmente, de Samuel. De música clássica a O pequeno príncipe. 

Personagens

Exemplar de Arlequim

Os personagens no geral, são bem construídos e embora a narrativa dê destinos que fogem o nosso controle e gosto pessoal. Me vi lidando com a razão e a emoção por diversas vezes, durante e pós leitura. Existem alguns personagens que me identifiquei e outros que a experiência foi oposta.

Considerações Finais

Dessa forma, o livro é repleto de gatilhos, que vão de agressão, estupro, tortura, vingança uso de drogas, assassinatos e por aí vai… se estiver preparado para lidar com tudo isso, acredito que pode ser uma experiência muito bacana para quem gostar do gênero thriller. 

Veja também: RESENHA | Os porões da Antártida – Raymundo Teles

What's your reaction?

Excited
0
Happy
4
In Love
2
Not Sure
0
Silly
0
Aymée Meira
Aymée, mas pode me chamar de Amy. Adora um bom café, filmes (já perdi a conta de quantos vi) e livros dos mais diversos gêneros, incluindo eles Stephen King, Agatha Christie, Joe Hill, Harlan Coben e Tess Gerritsen.

Você também pode gostar

Mais em:Literatura

1 Comentário

  1. […] Veja também: RESENHA | Arlequim – Dark Gero […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *