Vivian Contra o Apocalipse
ISBN-13: 9788522031115
ISBN-10: 8522031118
Ano: 2015 / Páginas: 288
Idioma: português
Editora: Agir Now

Introdução

Vivian Apple é uma garota de dezessete anos, certinha e ao mesmo tempo rebelde. A população como um todo, está em alerta e bastante amedrontada. Beaton Frick, é tido como um profeta, pois ele previu todos os desastres (epidemias, crises e conflitos), inclusive deu uma data para o Arrebatamento, nome dado quando os bons vão para o céu e os outros ficam na terra. Embora a família dela tenha se convertido, ela não acredita muito no Arrebatamento. Ela fica ansiosa com a data se aproximando e está doida pra poder tirar uma com a cara dos pais e de todos os religiosos, tendo uma prova de que todos estavam errados. O problema é que esse momento não surge, várias pessoas somem da cidade, inclusive seus pais. Praticamente sozinha, ela terá de contar com a ajuda de sua melhor amiga e vizinha, Harp, que também perdeu os pais. Vivian enfrentará o caos.

Vivian contra o apocalipse é o primeiro livro da autora. O segundo livro, Vivian contra América já foi publicado pela mesma editora, e estou tão curiosa quanto estive com esse, para ler o quanto antes.

Sobre Katie Coyle

Katie Coyle, vencedora do Young Writers Prize do jornal The Guardian em 2012, imagina uma realidade infelizmente muito próxima da nossa, em que capitalismo, política, entretenimento e religião se combinam para criar uma cultura de intolerância que o Arrebatamento só faz aumentar. Com reviravoltas surpreendentes, humor mordaz típico da geração Y e personagens femininas que não devem nada a ícones pop como Buffy e Rory Gilmore, Vivian contra o apocalipse é uma estreia única que vai fazer você questionar até onde iria pela verdade.

Edição estrangeira

20256737

Narrativa

Vivian se encontra num período bem delicado da sua vida, ela tem de amadurecer se quiser continuar bem. Ela perde o alicerce e mesmo assim, nunca desiste de lutar. Filha única, vivia nas asas dos pais e de uma hora pra outra, tem de aprender a se virar.

Adorei a forma como a autora aborda temas religiosos sem ficar chato, fala sobre o fanatismo e sobre os que não acreditam de uma forma tão dinâmica, que não me incomodou em algum momento. Pelo contrário, a experiência melhora justamente pela forma como ela consegue criar esse universo pra lá de caótico.

Os personagens secundários tem grande impacto na narrativa, fazem parte de todo o processo de amadurecimento da protagonista, até a ausência de alguns fazem a trama ganhar outros patamares. Envolve desde o início.

Por sorte, no geral (messsssssmo), os livros que ando lendo promovem essa sensação boa de escolha, principalmente quando começo a ler. Por outro lado, fico sem jeito de tantos livros bons na minha mão, quando houver livros ruins, vai ser um baque e tanto. Espero que essa sorte continue por um bom tempo.

Projeto gráfico

Eu sei que é feio, mais um dos motivos pelo qual me interessei pela trama, foi exatamente a identidade visual dele. A diagramação é agradável e a fonte escolhida é bastante confortável. Não foram encontrados erros que comprometeram a leitura como um todo. No geral, é uma boa edição. Ponto pra Agir Now! (kkk)

Considerações finais

Vivian contra o apocalipse, é um livro viciante. Personagens diferentes, trama bastante sólida por ser o primeiro livro de uma série e engata bem, deixando o leitor bastante curioso pela sua continuação. É um livro sobretudo sobre um crescimento pessoal, mas que também explora o amor, amizade, religião e tolerância.